Professor de língua portuguesa dá dicas de preparação para o Enem

4

O Professor de Língua Portuguesa e Redação, Hermeson Veras, irá ajudar estudantes que vão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017, ensinando métodos para que o candidato se dê bem nas provas de Língua Portuguesa (Linguagens e Códigos) e Redação. Toda semana será publicado um conteúdo sobre o assunto. 

Aula 01 – Anatomia de itens estilo ENEM

Introdução

A prova do ENEM vai muito além dos conhecimentos catedráticos disponibilizados pelos mestres de outrora, uma vez que esse exame aborda aspectos da formação cidadã, tecnológica, cultural e artística do próprio indivíduo e de sua sociedade. Isso faz que haja a necessidade de uma maior preparação deste, a fim de que sejam superadas as barreiras as quais são o entrave para se alcançar êxito nesta prova. Nesse sentido, parte na frente o aluno que domina um recurso fundamental para o entendimento das diferentes linguagens – a capacidade de interpretar textos diversos em um tempo hábil e, porque não dizer, muito curto. Diante desse desafio, muitos acabam sendo ludibriados pelo cansaço, pela falta de compromisso nos estudos e, principalmente, pela falta de orientação acerca de como as questões desta prova são expostas para a análise. Como existe a necessidade de uma qualificação contínua dos alunos para que haja exitoso resultado no ENEM, mostraremos, semanalmente, a vocês materiais específicos sobre Linguagens e Redação produzidos pelo mestre Hermeson Veras, autor e professor do Sistema de Ensino Farias Brito. Nesta primeira aula, conversaremos um pouco sobre a anatomia de um item estilo ENEM e as nuances que tornam esse exame tão diferenciado dos demais vestibulares.

  • Aspectos Gerais sobre a prova de Linguagens

A prova de Linguagens, códigos e suas tecnologias é composta por um caderno de 45 itens divididas em 5 questões de Língua Estrangeira(Inglês ou Espanhol) e 40 itens de Linguagens. Com isso, já se observa a primeira dica dessa aula – a prova não abordará apenas conhecimentos gramaticais como fazem os vestibulares tradicionais. Isso porque é um exame que envolve conhecimentos sobre arte, literatura, linguística, tecnologia de comunicação e interpretação de textos, aspecto que torna o ENEM uma prova de excelência. Ademais, cada item, nessa prova não há questões, há itens, é confeccionado a partir de uma matriz de referência composta por competências e habilidades, e saber reconhecê-las faz toda a diferença.

  • O Item

Item consiste na unidade básica de um instrumento de coleta de dados, que pode ser uma prova, um questionário etc. (Brasil. Inep, 2006). Nos testes educacionais, item pode ser considerado sinônimo de questão, termo mais popular e utilizado com frequência nas escolas. Itens podem ser de dois tipos: (i) de resposta livre e (ii) de resposta orientada ou objetivo. Um único teste pode conter itens de ambos os tipos ou apenas de um deles.

ATENÇÃO:

Na elaboração do item, é necessário estar atento para evitar o que tem se mostrado muito comum em itens utilizados em vestibulares e concursos: a indução ao erro (“pegadinha”). Essa estratégia cria quase sempre situações que exigem do participante atenção a detalhes que o levam a errar o item não porque não domina, necessariamente, a habilidade testada.

  • Estrutura do Item estilo ENEM

A elaboração de itens de múltipla escolha requer que o elaborador tenha domínio tanto da área de conhecimento a ser avaliada quanto dos procedimentos técnicos que envolvem a construção de itens; “compreenda os objetivos educacionais e as características educacionais e psicológicas daquele que se submete ao teste”; e seja criativo para propor “situações novas e engenhosas” (Vianna, 1982, p. 49). O processo de composição do item desenvolve-se artesanalmente e a versão final será alcançada após várias revisões. O item de múltipla escolha utilizado nos testes do Inep divide-se em três partes, conforme ilustrado no esquema abaixo.

Por Hermeson Veras                                                                                                                                                   Graduado em Letras Português, Inglês e suas respectivas Literaturas – FUNESO/UNESF                                     Especialista em Língua Portuguesa – UVA                                                                                                                Autor e Professor do Sistema de Ensino Farias Brito

Siga o Professor Hermeson Veras nas redes sociais e acompanhe tudo sobre essas dicas:

Facebook   |  Instagram  | Site

5/5 (4)

Deixe sua avaliação

4 Comentários

  1. Olá, Prof. Hermeson Veras.

    Seu artigo foi bem elaborado e esclarecedor.
    Já li as dicas de Rafhael Gouvea Monteiro , esse explica como se lê questões do ENEM para ganhar tempo na hora da prova.
    Ele indica que leia primeiro o enunciado (embora ele esteja no meio da questão), se necessário o texto-base, visto que algumas vezes você sabe a resposta imediatamente somente com o enunciado e depois alternativas para encontrar a resposta correta. Além disso, ele informa que se tiver certeza absoluta a resposta correta logo nas alternativas que leu pare de lê as demais alternativas.

    Agora quero sua opinião para lê as questões do ENEM tanto para ganhar tempo quanto para acertar os itens propostos?
    Por favor, leve em consideração toda as subdivisões que apresentaste em seu artigo.
    (1.texto-base,referente;2.corpo do enunciado, comando do enunciado;3.gabarito e distratores).

    Como você indica que leia cada item ou questão do ENEM 2017?

DEIXE SEU COMENTÁRIO