CAMOCINENSES PELO MUNDO.

0

Convidamos o amigo Raphael Montezuma a contar suas experiências viajando pelo mundo, que nos apresentará lugares maravilhosos, cheios de cultura, e nos dará dicas importantes de como sempre poder usufruir bem das nossas viagens. E nossa terceira viagem será para Grécia, estrategicamente localizada entre Europa, África, Ásia e Oriente Médio.

Confira abaixo:

GRÉCIA (ATENAS, SANTORI E LOS)

A Grécia é um livro de história a céu aberto. Berço da civilização ocidental e terra de famosos filósofos que influenciam muitos pensadores até hoje. É emocionante estar no lugar onde Sócrates iniciou a filosofia ocidental, onde Platão escreveu a famosa “A Alegoria da Caverna” e onde muitos outros pensadores se inspiraram para escrever suas obras. A cidade de Atenas transpira filosofia e história  em cada lugar a ser conhecido.

Está estrategicamente localizada entre Europa, África, Ásia e Oriente Médio e é banhada pelo Mar Mediterrâneo e Mar Egeu.

A melhor forma de chegar é tomando um voo para Frankfurt e de lá outro para Atenas já que não temos vôos diretos do Nordeste, mas é importante acompanhar alguns sites de promoções de passagens aéreas como “Melhores Destinos” e “Skyscanner”, sempre aparecem promoções com escala em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

A melhor época de visitar a Grécia para quem quer conhecer as famosas ilhas gregas é entre os meses de junho e outubro, pois é no verão que estão as melhores temperaturas para desfrutar das lindas praias.

Onde ir?

Atenas

A maioria dos pontos turísticos estão localizados próximo à Acrópole, dá para conhecer muita coisa em dois dias, mas prepare o tênis e a disposição, pois são muitas escadarias e uma boa caminhada. Aconselho que comece bem cedo, pois terá menos turistas e as fotos ficam ótimas com a luz da manhã. O ingresso para todas as atraçõs custa 30 euros e é válido por 4 dias.

 

  • Acrópole: É o complexo onde estão localizados a maioria dos mais importantes pontos turísticos;
  • Parthenon: Foi contruído em homenagem a Deusa Atenas, é o maior monumento e como fica no alto de uma colina pode ser visto de vários pontos da cidade;
  • Museu da Acrópole: Um local para ver história, com vários artefatos com mais de 5 mil anos, com certeza imperdível;
  • Templo de Hefesto: É o templo mais bem preservado;
  • Erechtheion: Templo grego consagrado a Atenas e Poseidom, foi construído entre 421 e 406 a.C.;
  • Ágora: Sítio arqueológico.

 

 

Onde se hospedar?

O melhor local para se hospedar em Atenas é perto da acrópole, dá para visitar tudo sem ter que se deslocar de ônibus, táxis ou metrô, o que acaba sendo mais cômodo e a diferença no valor das hospedagens não justifica ficar em outros bairros. Fiquei em um albergue bacana chamado Athenas Backpackers, bem próximo a estação de metrô Acrópole, simples e bem localizado. Escolhi um quarto com 6 pessoas que custou 16 euros a diária.

 

Onde Comer?

As opções são muitas, ao redor da Acrópole existem inúmeros cafés, restaurantes e lanchonetes. A comida típica é o Souvlack, uma espécie de churrasco que pode ser de frango, porco ou Carneiro, uma delícia!!!

 

A noite em Atenas?

O bairro das baladas é Gazi, com muitos bares e boates, lá você sai um pouco do circuito turístico e encontra os moradores locais que se divertem até o sol nascer.

Obs: as boates começam a ficar lotadas a partir da 1h da manhã, então descanse bem antes de ir conhecer a noite de Atenas.

 

DICA ESPERTA:

Santorini

Ios

AH!!! AS ILHAS GREGAS

O transporte mais comum para conhecer as Ilhas gregas são os Ferryboats que saem do porto de Piraeus. São duas as opções:

 

  • Speedboat: São um pouco mais caros e mais rápidos, cheguei em Santorini em 5 horas. O valor do ticket foi de 56 euros
  • Ferrys: São mais baratos e mais lentos, retornei a Atenas em 8 horas.

 

Resolvi ir nos dois para saber qual seria melhor, e preferi o Ferry que, por ser maior, é bem mais confortável e existem sofás que você poderá ir deitado. São parecidos com os navios que fazem cruzeiros.

Santorini

É a mais famosa e visitada entre as ilhas gregas. E não é por um acaso, a pequena porção de terra no mar Egeu tem muitas surpresas e é um lugar encantado, muito procurado por casais em lua de mel.  A cidade de Fira (ou Thira) é o melhor lugar para se hospedar e conhecer este paraíso, pois tem uma boa estrutura e é fácil de se locomover por toda ilha.

As casinhas brancas, sem telhados na encosta das montanhas são a característica mais marcante do lugar. Em Santorini é possível se deslocar de ônibus ou alugar um quadriciclo por 15 euros a diária para explorar todos os cantinhos. O pôr do Sol em Oia(cidade vizinha) é incrível. Quando escurece a pequena vila vira um labirinto cheio de bons restaurantes e cafés. Sem dúvida é um dos lugares mais bonitos do mundo!!!.

Ios

Após dois dias em Santorini fui conhecer outra ilha próxima. Ios é bem menor e mais com aparência de cidade do interior. Mas não deixa nada à dever em termos de beleza. É famosa por suas festas no verão, mas como fui em abril estava bem vazio, restando a mim somente gastar o tempo caminhando e descobrindo cada pedaço da ilha. Me perdi várias vezes nas ruas estreitas  da Vila, mas isso não é um problema já que a cada curva as ruas ficam mais bonitas.

 

5/5 (2)

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.