NOVIDADES NO CASO GLEYDSON CARVALHO.

0

O caso do radialista Gleydson Carvalho a cada dia surpreende com as informações divulgadas em depoimento
pelos envolvidos no crime.Dessa vez um dos pistoleiro que entraram na Rádio na hora do assassinato , cujo o nome é Thiago Lemos da Silva narrou, em depoimento à Justiça citou o nome de James Bell, prefeito do município de Martinópole como mandante da execução do radialista.
Thiago disse: “Quem em uma das discussões ouviu quando a mulher de Batista perguntava quem estava mandando fazer  isso e Batista dizia que era o Prefeito James”.
Segundo Thiago, Gleydson era pra ter morrido antes. “No terceiro dia em Serrota, Batista foi buscar eu e Israel
para a casa de Chico dentista; e ao chegar na casa de Chico, Israel foi juntamente com um homem magrinho, que  tem olhos claros, com uma macha dentro do olho até a rádio, executar o crime”, falou em depoimento.

Segue o depoimento de Thiago Lemos da Silva na íntegra.

O depoimento de Thiago Lemos causou uma certa confusão na cabeça do Delegado Herbert Ponte.
Segundo ele, foi “uma surpresa” escutar no depoimento o nome do prefeito James, e complementou: “pressupõe que sejam pessoas equilibradas, que tenham outra mentalidade, eu não acredito que um cidadão normal vai entra num processo dessa natureza” relacionando o prefeito e sua família ao crime.

Herbert Ponte foi um dos que tomou o depoimento de Thiago Silva.

Eduarda Martins

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.