Bolsonaro, novo presidente do Brasil: “Não podíamos mais flertar com o comunismo”

0

Às 19h18, o candidato do PSL foi considerado matematicamente eleito com 55,54% dos votos válidos, quando 94,44% das urnas estavam apuradas. 

Neste domingo, 28, o Brasil elegeu Jair Bolsonaro o oitavo presidente brasileiro desde o fim da ditadura militar. O candidato do PSL foi eleito com mais de 55% dos votos válidos. Apoiadores fazem festa no Rio e, na Paulista, há distúrbios de manifestantes. Em um breve discurso no Facebook, Bolsonaro afirmou que o Brasil não poderia continuar flertando “com o socialismo, o comunismo, o populismo e o extremismo da esquerda”. E garantiu que todos os compromissos assumidos serão cumpridos com as mais variadas bancadas.

Como era esperado, o candidato derrotado à Presidência, Fernando Haddad, registrou os seus melhores resultados no Nordeste. Sem que ainda todas as urnas fossem computadas, o petista marca 72,41% dos votos válidos na Bahia. No Maranhão, ele teve 71,94% dos votos e no Piauí, 76,70%. Em Pernambuco, Haddad venceu com uma margem um pouco menor: tem 66,45% dos votos válidos.

 

El País

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.