Corrida pelo voto conservador acaba de ficar mais acirrada

0

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral Luiz Fux acaba de deixar a disputa pelo voto conservador mais acirrada. Fux determinou que todos os militares que estiverem em serviço no dia da eleição poderão votar em qualquer zona eleitoral.

Com a decisão, os batalhões precisam encaminhar à Justiça Eleitoral os nomes dos agentes que estarão em serviço. O pedido é do deputado federal Major Olímpio (SD-SP).

Isso significa que uma boa parcela de policiais militares que antes não votavam por estarem trabalhando agora poderão ir às urnas — só em São Paulo, estima-se que um quarto de todos os agentes ficam fora das eleições.

Parece pouco, mas não é. Em uma eleição que tem tudo para ser acirrada, cada voto conta. E quem ganha com a decisão de Fux são os candidatos que levantarem a bandeira da segurança pública.

É por essas e outras que a corrida pela parcela conservadora da população está acirrada. Agora, acaba de ficar um pouco mais.

Com informações da Veja

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.