João Amoêdo, ex-executivo financeiro, promete “estado mínimo, cidadão máximo”

0

O candidato a presidente da República pelo Novo, João Amoêdo, garantiu, nesta quarta-feira, que, se eleito, fará um corte geral das despesas do governo e, principalmente, da Presidência da República. Ele deu essa declaração para o jornalista Luiz Viana, âncora do programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/CBN, que vem entrevistando os postulantes ao Planalto.

Amôedo, o postulante com o maior patrimônio declarado – R$ 425 milhões, ganhos, avisou logo, no mercado financeiro, prometeu seguir a máxima do “Estado mínimo, cidadão máximo”. Ou seja, manterá todas as políticas sociais.

Ele aproveitou para explicar essa história de que transformaria o Palácio da Alvorada em museu, o que viralizou em vídeo que gravou para suas redes sociais. Ele confirmou que a medida integra suas metas, mas que a Presidência continuaria preservando e mantendo o patrimônio histórico de Brasília.

 

Com Informações Blog do Eliomar Lima

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.