O Polêmico Projeto de Venda de Cervejas nos Estádios e a notícia do Lobby

0
O presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), jogou, na terça (04), um balde de água fria nas reclamações constantes do deputado Gony Arruda (PP) pela urgência no Projeto de Lei 237/15, de sua autoria, que libera o consumo de bebidas com até 10% de teor alcoólico em estádios cearenses.
“Enquanto eu puder, não vou botar esse projeto para ser votado, porque é inconstitucional. Nós já recebemos um alerta do Ministério Público. E me diga uma coisa: será que as pessoas não podem passar duas horas, uma hora e meia sem beber?”, afirmou Zezinho, durante coletiva.
Pouco depois da declaração, Gony Arruda usou a tribuna da Assembleia  para voltar a defender a aprovação do projeto, que tramita na Casa desde 2015. O parlamentar negou rumores sobre a existência de lobby em favor da matéria e defendeu, em seguida, o direito de o cearense  “tomar uma cervejinha” durante os jogos.
O pronunciamento de Gony contou com o apoio do líder do Governo na Casa, Evandro Leitão (PDT), que cobrou números que comprovem a redução da violência nos estádios após a proibição do consumo de bebidas alcoólicas; e do deputado Julinho (PPS), que citou as apresentações artísticas que acontecem nos estádios com liberação da venda de bebidas.
Gony criticou nota deste blog que falou sobre lobby das cervejas para a aprovação do projeto. Ele disse que nunca foi procurado por ninguém. Falou sobre irresponsabilidade e disse estar preocupado com a imagem da Assembleia, com a nota sobre o lobby. Gony nunca teve tanta preocupação com a aprovação de alguma matéria na Assembleia como demonstra estar com a da liberação da venda de cervejas nos estádios. Aliás, ele sempre participou muito pouco das atividades plenárias da Assembleia, sendo um dos mais faltosos, contribuindo para a imagem negativa da Assembleia, quando mostrado o plenário vazio, em pleno dia útil de sessão.
Com Informações Blog do Edison Silva
Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.