Presidência nacional do PSL muda de titular

0

O advogado Gustavo Bebianno deixou a presidência do PSL horas depois de o partido eleger Jair Bolsonaro para a Presidência da República. O posto voltará a ser ocupado por Luciano Bivar (PSL-PE), que havia se afastado da direção da sigla para cuidar da campanha que lhe garantiu mais um mandato como deputado federal. A informação é da Veja Online.

A saída de Bebianno do cargo foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira 29. “Pelo presente instrumento, venho informar que estou retornando às atividades partidárias nesse dia, reassumindo a Presidência Nacional do PSL”, diz um trecho da nota assinada por Bivar, datada de sexta 26. A remoção da presidência não acarretará na desfiliação de Bebianno.

Após a confirmação da vitória de Bolsonaro, o advogado afirmou à imprensa que sua saída do posto era dada como certa. Ele declarou que só mantinha relações com Bolsonaro e que poderia até mudar de partido caso o presidente eleito decidisse procurar outra legenda.

Bivar vinha manifestando o interesse de reassumir o controle partidário há algumas semanas. Quando Bolsonaro decidiu que o PSL abrigaria sua candidatura à Presidência, em março, o deputado concordou em se afastar do cargo para se dedicar exclusivamente à campanha para Câmara. Braço-direito de Bolsonaro e um dos responsáveis por negociar a ida do capitão reformado ao partido, Bebianno foi escolhido para substituí-lo neste período.

Segundo a coluna Radar, uma possibilidade de cargo para Bebianno é o Gabinete de Segurança Institucional, pasta que receberia mais atribuições, inclusive o comando da Polícia Federal.

 

Com Informações Blog do Eliomar Lima

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.