“Só quero uma chance”, diz Ciro Gomes em entrevista ao Jornal Nacional

0

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, abriu na noite desta segunda-feira (27) a série de entrevistas do Jornal Nacional com os candidatos ao Palácio do Planalto, melhores colocados na pesquisa Ibope.

Os entrevistadores William Bonner e Renata Vasconcelos questionaram Ciro sobre a Lava Jato, corrupção política, alianças e promessas de campanha. Com um tempo de quase meia hora, o pedetista mostrou segurança em todas as respostas. Disse não ser contra a Lava Jato, “pelo contrário”, e que o contexto que enfrentaria à bala a operação, diante das investigações sobre Lula, foi mal colocado. Criticou que não há nenhum tucano preso, apesar dos processos.

Reforçou que há uma “confiança cega” em Carlos Lupi, que não é réu em nenhum processo, apesar de investigado. Garantiu que não está oferecido nenhum cargo de um eventual Governo Ciro, pois é preciso primeiro respeitar a vontade do eleitor.

Ciro voltou a acusar o presidente Michel Temer de irregularidades, “uma pessoa formalmente acusada de corrupção”. Reiterou que avisou ao ex-presidente Lula sobre as ações irregularidades de Sérgio Machado à frente da Transpetro.

Afirmou que nunca esperou o apoio do PT, mas acredita que ocorrerá em um eventual segundo turno.

Defendeu o ex-presidente Lula. “Conheço Lula há 30 anos, foi um bom presidente para o Brasil”, avaliou, ao apontar que a taxa de desemprego era menor, assim como os índices econômicos era melhores. “Da Dilma pra cá, tudo isso foi perdido”, disse.

Sobre as propostas de campanha, destacou que estudou o assunto de ajudar ao brasileiro a deixar o SPC. “Vou tirar o nome do brasileiro do SPC, mesmo!”, reforçou ao apontar que a Principal atividade econômica é o consumo das famílias.

Com relação à segurança pública, disse que a Polícia no Ceará teve o efetivo multiplicado e criticou a adesão de jovens em facções criminosas. “Tudo morrendo aos 20 anos”, ressaltou, ao chamar os integrantes de facções de otários. Apontou que é papel do governo federal o combate às facções criminosas e ao narcotráfico. “Sou homem experiente, só quero uma chance”, completou.

 

Com Informações Blog do Eliomar Lima

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.