Um político acima da lei: Radialista da FM Meio Norte de Camocim fala sobre esquemas da justiça e desembargadores em favor do deputado Sérgio Aguiar

0

Após o diretor da FM Meio Norte confessar ao vivo que recebe de arrendamento R$ 10 mil reais do deputado Sérgio Aguiar, e que somente quem paga pode conceder entrevistas na emissora, dessa vez, outro radialista fez declarações polêmicas e que podem esclarecer um suposto arco de proteção do judiciário que envolveria até desembargadores para proteger Sérgio Aguiar de supostos crimes.

Vale lembrar que uma estranha janela foi aberta para prescrição de processos no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e livrou, em pouco mais de três meses, 439 gestores municipais de julgamentos. Entre os processos expirados, estão ações onde o acusado já havia sido condenado pela Corte, assim como casos onde houve dano aos cofres públicos – o que vai de encontro à Constituição Federal. A medida foi alvo de questionamento do Ministério Público (MP-CE) e de um dos conselheiros.

Entenda:

Segundo levantamento do O POVO em dados do TCM, diversas figuras “de peso” na política cearense já foram favorecidas pela medida – como a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) e os deputados federais Genecias Noronha (SD) e Odorico Monteiro (PT). Também ficaram sem julgamento deputados estaduais Dr. Sarto (Pros), Agenor Neto (PMDB), Rachel Marques (PT) e Sérgio Aguiar (Pros) filho do então presidente do TCM na época, Sérgio teve três ações de crimes contra a administração pública contra ele prescritas.

Veja: Prescrição de contas já deixou 439 gestores sem julgamento

Os áudios que vazaram são de um dos radialista da FM Meio Norte que é comandada por Sérgio Aguiar.

“Não sei se é o Rui mesmo, mas o Rui falou: rapaz, nunca vai chegar aqui no Ceará macho (falando da operação Lava Jato), aqui no Ceará não chega não! Tem Ferreira Gomes!
O Ivo prefeito de Sobral, que eu sou filho de Sobral, ele anda nas ruas promovendo ordem.

Promotor não manda lá, juiz não manda lá, quem manda é ele.
Olha o Aquário de Fortaleza já foi gasto mais de 400 milhões de reais e não deu em nada. Aqui não chega não. Aqui tem Chico Aguiar (Ex-presidente do Tribunal de Contas dos Municípios e pai de Sérgio Aguiar), tem prestígio, tem desembargador adoidado, tem Ciro Gomes, tem Cid, tem Leônidas, tem Daniel, tem tudo.

A gente que vota nesse pessoal não sabe de nada. Os conchavos. Quando o Chico Aguiar foi governador ele nomeou um monte de juiz a desembargadores, tem prestígio! O deputado Sérgio Aguiar não foi preso porque tem mais de 30 municípios. Cada município tem que empregar uma pessoa. Tem que pedir ao governador. É assim a coisa, aí o povo que vota nele não sabe, não tem prestígio não, perdeu a presidência da assembleia, perdeu a policlínica, mas tem mais de 30 municípios. Tem que empregar as pessoas lá, mas e aí como é que fica? Entendeu?

O áudio do radialista explica o recente escândalo das Bolsas Votos com ficou conhecido em Camocim e que através de de uma suposta fraudes na contração de uma fundação, Sérgio e a prefeita Mônica teriam gasto milhões de reais para beneficiar a campanha de reeleição a deputado estadual. Na última segunda-feira 6, testemunhas foram ouvidas no Fórum de Camocim sobre o processo.

 

Portal de Camocim

5/5 (3)

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.