Ceará avança em avaliação de aprendizagem. É o maior crescimento do Brasil em Língua Portuguesa

0

Apesar de números que ainda não acompanham a média de aprendizagem do ensino médio no Brasil, o Ceará foi o estado que mais cresceu na avaliação de Língua Portuguesa nesta fase de ensino. Com pontuação de 265,9, a alta em relação a 2015 foi de 9,3 pontos, seguido de Sergipe (8,3) e Minas Gerais (6,8). Os índices são do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e foram apresentados pelo Ministério da Educação (MEC) na manhã de ontem. Conforme o resultado, a educação pública do Ceará avançou em todas as etapas do ensino básico avaliadas. O dado expõe, no entanto, deficiências no ensino médio cearense.

Em Matemática também houve crescimento. Com média de pontuação de 267,1, a progressão na disciplina foi de 6,4 pontos. O nível alcançado pelos estudantes cearenses ainda está longe de alcançar o patamar básico, além de estar menor que a média nacional (270). Em relação os resultados de Língua Portuguesa e de Matemática, os estudantes brasileiros, em média, estão no nível 2 de aprendizagem, com mais de 70% de alunos com conhecimento considerado insuficiente.

Rogers Mendes, secretário da Educação do Estado, considera que exitem desafios a ser enfrentados, mas avalia que o crescimento foi bastante positivo. “Para esse crescimento na Língua Portuguesa a gente teve no ultimo concurso a abertura da entrada de muitos professores efetivos, o que promove um processo ao longo do tempo de aproveitamento na formação de professores”, conta.

Conforme ele,a ideia é que haja mais formações de professores na área de Matemática. “Diferentemente do Português, a Matemática é mais distanciada das operações básicas do dia a dia e bem mais complexa no ensino médio. A ideia é tentar torná-la mais atrativa, mais prática e concreta”.

Michael Gahndi, coordenador de Matemática da Escola José de Alencar reconhece o déficit da aprendizagem no ensino médio e acredita que é preciso que os mesmos investimentos que estão sendo feitos nos anos iniciais (1º ao 5º) e nos anos finais (6º ao 9º) do ensino fundamental precisam chegar para o ensino médio. “Ainda assim, estou confiante com esse crescimento em Matemática. Nós tivemos duas outras edições do Saeb quase estagnadas e acho que a tendência é melhorar quando esses alunos do ensino fundamental chegarem mais bem preparados ao ensino médio”, avalia.

Na área de Língua Portuguesa o Ceará ocupa o 13º lugar. Acesso a leitura e maior capacidade de interpretação textual em consequência da preparação para o Enem são os principais motivos citados pelo professor Maurício Manoel, coordenador de área em uma escola pública. “De uns anos pra cá teve mais acesso à leitura, não a ideal, de biblioteca e livros, mas como tem acesso a meios de comunicação virtual, obriga os alunos a ter uma perspectiva de leitura diferente. Auxilia na interpretação textual. Hoje eles partem de um local”.

Para Wagner Andriola, do Departamento de Fundamentos da Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará (UFC), a superação da educação no ensino médio, perpassa principalmente a formação de professores e a transformação de uma escola mais atrativa para este público.

 

 

Com Informações Blog do Eliomar Lima

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.