Jovem é detido após furtar 384 livros: “Eu lia todos, sobre tudo”

0

Depois de furtar e levar para casa 384 obras de todos os gêneros, Flávio Fernando de Oliveira, 18, foi pego em flagra, na segunda-feira, 17, por guardas municipais no momento em que saía da biblioteca municipal com seis livros na mochila – somente dois haviam sido registrados como empréstimo. Na delegacia da Polícia Civil, o leitor foi autuado por furto. Os guardas foram à sua casa e recuperaram livros furtados ou emprestados também de cinco bibliotecas escolares da cidade. O caso aconteceu em Itápolis, interior de São Paulo.

Na cidade do interior, o rapaz lia sozinho, em casa, mas conservava os livros em bom estado, organizados numa estante. “Ele gosta de ler desde pequeno e ficava horas trancados no quarto, folheando os livros”, diz a irmã Maria de Oliveira. “A gente não sabia que ele pegava os livros assim. Ele sempre dizia que emprestava ou ganhava.” Ela afirmou que o jovem nunca revelou preferência por um gênero em específico. “Ele é bem eclético, lê de tudo. Eu o via sempre lendo.”

Flávio Fernando de Oliveira, que mora com uma família simples, no Jardim 2000, periferia da cidade, disse que está envergonhado com a situação. Ele não tinha a intenção de ficar com os livros. “Eu pegava para ler e ia devolver, mas acabei deixando em casa.” Ele disse gostar de ler desde criança e pretende cursar a faculdade de Psicologia.

 

Estadão

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.