Ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixa o cargo

0
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou, nesta quinta-feira (18), que não faz mais parte do governo do presidente Jair Bolsonaro. O anúncio foi feito pelo próprio ministro, em um vídeo publicado por ele, ao lado de Jair Bolsonaro.
Weintraub foi o segundo ministro da Educação do atual governo. Ele assumiu o cargo em abril de 2019, logo depois da saída de Ricardo Vélez Rodríguez, e permaneceu no posto por 14 meses.
Em vídeo publicado nas redes sociais, na tarde desta quinta-feira, Weintraub diz que já começou o processo de transição do MEC e que, nos próximos dias, vai “passar o bastão” para o substituto.
Sem querer dar detalhes dos “motivos da saída”, ele afirmou que recebeu convite para ser diretor do Banco Mundial e agradeceu o aval de Bolsonaro.
“Eu, a minha esposa, os nossos filhos, e até a nossa cachorrinha Capitú, a gente vai poder ter a segurança que hoje está me deixando muito preocupado”, declarou.
Bolsonaro afirmou que a saída do ministro “é um momento difícil” e que “a confiança você não compra, você adquire”.
O economista Abraham Weintraub foi nomeado ministro da Educação em 8 de abril de 2019, assumindo a pasta no lugar de Ricardo Vélez Rodríguez, no dia seguinte em cerimônia de posse no Palácio do Planalto.
Executivo do mercado financeiro por 20 anos, Weintraub é natural de São Paulo, mestre em administração na área de finanças pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV) e graduado em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (USP-1994). 
Ele foi integrante da equipe de transição do governo de Bolsonaro, e ocupou o cargo de secretário executivo da Casa Civil, sob o comando de Onyx Lorenzoni.
Informações do Diário do Nordeste.
Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.