Concurso EsPCEx 2022 lança edital com 440 vagas para cadetes do Exército Brasileiro

0

O edital do concurso de nível médio da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx) foi divulgado nesta sexta-feira (30) com 400 vagas para homens e 40 para mulheres. As inscrições serão abertas no dia 11 de maio e encerradas em 14 de junho. O salário mensal pode chegar a R$7.315.

O certame está dividido em 320 vagas de ampla concorrência para o sexo masculino e 32 para o sexo feminino. As 80 vagas restantes fazem parte da cota destinada aos candidatos negros (pretos ou pardos), sendo 80 para homens e 8 para mulheres.

Segundo o edital, o Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico é realizado em regime de internato durante cinco anos. No primeiro ano, os alunos ficam na EsPCEx, em Campinas-SP. Já entre o segundo ao quinto ano, eles recebem o título de cadetes e passar a ter aulas na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), em Resende, no Rio de Janeiro. 

Remuneração

Durante o primeiro ano de formação é pago um valor de R$1.185. Já nos demais quatro anos, passa ao posto de cadete com salário equivalente a R$1.630.

Ao concluir o curso, o cadete será declarado Aspirante a Oficial, sendo-lhe conferida, após a colação de grau, a graduação de Bacharel em Ciências Militares. Neste posto, a remuneração é de R$7.315.

Etapas do concurso

  • Exame intelectual

No dia 25 de setembro, os candidatos responderão a 44 questões de Português (20), Física (12) e Química (12), além de realizarem uma redação. Já no dia seguinte, serão cobradas 56 perguntas de Matemática (20), Geografia (12), História (12) e Inglês (12).

  • Inspeção de saúde (IS) de caráter eliminatório
  • Exame de Aptidão Física (EAF)
  • Avaliação Psicológica (Avl Psc)
  • Comprovação dos requisitos para a matrícula

Deverá ser realizada apenas pelos candidatos aptos na Avl Psc

Taxa de inscrição

O valor da taxa de inscrição está fixado em R$ 100. Contudo, a isenção do pagamento pode ser feita por candidatos de baixa renda, doadores de medula óssea, estar no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou ser filho menor de idade de ex-combatente da Segunda Guerra Mundial incapacitado em ação.

Diário do Nordeste

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.