Ministério Público do Ceará pede anulação de concurso da SEDUC

0

Entre as irregulares apontadas no documento está a existência de um gabarito idêntico à prova SECULT.

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da 9ª promotoria de Justiça Cívil e Defesa da Cidadania de Fortaleza, representada pelo promotor Francisco Romério Pinheiro Landim, entrou com uma Ação Civil Pública, com pedido de urgência, contra o Estado do Ceará, solicitando a anulação do concurso público da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (SEDUC), realizado no dia 21 de outubro. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do órgão.

O promotor justifica no documento que o motivo da anulação do concurso seria por conta de irregularidades encontradas, a partir de reclamação formulada por candidatos, onde foi apontado que as 30 questões referentes a prova objetiva de conhecimentos gerais da prova da SEDUC teriam gabarito idêntico à prova da Secretaria da Cultura do Ceará (SECULT), realizada uma semana antes.

Além disso, os candidatos ainda afirmaram ao promotor, que após terem acesso a prova identificaram erros em relação a elaboração e ao gabarito do certame, com uso de questões retiradas de outro concursos, disponíveis na internet, o que poderia prejudicar a isonomia e imparcialidade do concurso.

Também foi citado no documento que no município de Quixadá, candidatos para a vaga de professor de Física receberam as provas da disciplina de Química e para que pudessem fazer a prova correta foram feitas cópias, distribuídas para os candidatos da sala, gerando um atraso de 45 minutos.

A Fundação Universidade Estadual do Ceará (FUNECE), organizadora dos concursos da SEDUC e SECULT, chegou a emitir uma nota de esclarecimento no dia 3 de novembro, falando sobre as coincidências de gabaritos ocorridas nos dois concursos. Na ocasião a CEV/UECE reconheceu a semelhança, justificou ter sido causada por um problema técnico e ressaltou que o fato não prejudicaria a avaliação dos candidatos e nem comprometeria a lisura do concurso.

O concurso da SEDUC ofertou 2.500 vagas de Professor, nível A (inicial da carreira), com salário de R$1.794,12 para a carga horária de 20 (vinte) e de R$ 3.588,27 para a carga horária de 40 (quarenta) horas semanais, acrescido de auxílio alimentação no valor de R$ 15,00 (quinze reais) por dia útil trabalhado.

A Secretaria da Educação e Procuradoria-Geral do Estado do Ceará informaram por nota que ainda não foram intimadas quanto a esta ação e, portanto, estão aguardando para apresentar os devidos esclarecimentos. O concurso continuará ocorrendo 
normalmente, seguindo-se o cronograma já estabelecido pelo edital.

 

Com Informações Diário do Nordeste

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.