Atleta desaparece em prova de natação do Ironman, em Fortaleza e ainda não foi encontrado

0

O que deveria ser um dia de superação esportiva se transformou em drama. Um homem desapareceu no mar enquanto cumpria a prova de natação do Ironman 70.3, na manhã do domingo, 26, em Fortaleza. O atleta identificado como Genílson Lima, de 48 anos, não foi encontrado após o trecho da prova realizado na Praia Formosa, próximo ao hotel Marina Park.

As buscas por Genílson começaram às 7h50min, logo depois que foi notada sua ausência. Equipes do Corpo de Bombeiros, Marinha e Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) o procuraram durante toda a manhã e tarde do domingo, 26. Botes, jet skis, helicópteros e mergulhadores foram utilizados nas tentativas, sem sucesso, que foram as suspensas às 18 horas. 

A ausência do competidor foi percebida porque o chip de identificação – usado por todos os atletas – não sinalizou a saída dele da água e a bicicleta não foi retirada na transição para o ciclismo, segunda etapa da prova. 

O subtenente Brito, do Corpo de Bombeiros, informa que pescadores e surfistas que circulam pela praia da Barra do Ceará foram alertados para informar os bombeiros caso avistassem algo. 

A filha de Genilson, Gabriela Lima, disse que um atleta amigo do seu pai chegou a vê-lo na prova de natação. O triatleta disse que estava tudo bem.

“Um amigo do meu pai, que também estava competindo, chegou a falar com ele durante a prova. Perguntou se estava tudo bem e ele [pai]disse que estava ‘tudo ok’. Ele não falou isso antes porque só viu que meu pai tinha sumido quando passou a notícia na televisão. Ele veio aqui hoje para ajudar também nas buscas”.

Gabriela conta ainda que outras pessoas que estavam na prova também falaram que viram o cearense na parte final da natação do Ironman.

“Outras pessoas disseram aqui que viram ele (Genilson) quase completando a prova. Ele tinha passado pelas boias, acho que já estava nos últimos metros, perto de sair da água. Por isso, a gente acha que ele pode estar por aí”.

Gabriela contou que seu pai treinava diariamente, não apresentava problemas de saúde e já estava acostumado com essa área. Era a quarta vez que Genilson participava do Ironman.

Mesmo diante da preocupação pela falta de informações, ela afirma que toda a família está esperançosa em conseguir encontrar o triatleta com vida.

“Ele sempre nadava aqui. Era a terceira vez que ele fazia a prova. Treinava aqui nesse mesmo local e estava tudo bem. Não sabemos o que pode ter acontecido, mas estamos com esperança”.

As buscas pelo atleta foram retomadas na manhã desta segunda-feira, 27. Em breve atualizaremos com mais informações. 

 

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.