Banco do Brasil anuncia R$ 463 milhões para a safra 2017/18 no Ceará

0

O Banco do Brasil vai destinar créditos de R$ 463 milhões a produtores na safra 2017/18 no Ceará. Do total, R$ 100 milhões serão destinados para a agricultura familiar, R$ 32 milhões para médios produtores rurais e R$ 331 milhões para a agricultura empresarial. Desse montante, serão destinados R$ 370 milhões para custeio e comercialização e R$ 93 milhões para Investimento.

Os recursos do BB, voltados ao agronegócio, são destinados a pequenos, médios e grandes produtores rurais, além de cooperativas e agroindústrias. As linhas de crédito são para custeio e comercialização, voltadas ao financiamento de bens e serviços para a produção agrícola e pecuária, e de investimento, destinadas à modernização da atividade produtiva.

Na safra 2016/2017, Banco do Brasil no Ceará desembolsou aproximadamente R$ 157 milhões na última safra entre operações de custeio, investimento e comercialização. Em comparação com a safra anterior, houve um crescimento de mais de 10% no volume contratado. A carteira de crédito do agronegócio do BB no Ceará soma atualmente R$ 641 milhões, o que representa mais de 80% da carteira total do Estado, de acordo com o Banco Central.

Aplicativo

Um aplicativo disponibilizado pelo banco possibilita ao agricultor a captura das coordenadas geodésicas (latitude, longitude e altitude dos vértices e pontos de inflexão) e do perímetro da área a ser financiada. Essas informações são exigidas pelo Banco Central por ocasião de contratação de operação de crédito.

Linhas para equipamentos

A linha Investe Agro possibilita a aquisição de máquinas novas ou usadas, de fabricação nacional e importada, inclusive tratores, retroescavadeira e pá carregadeira, entre outros equipamentos e veículos.

Outro programa é o Agro Energia, que financia a implantação de usinas geradoras de energias alternativas, como energia solar, de biomassa e eólica. Essa modalidade está voltada aos produtores pessoa física ou jurídica e cooperativas.

Além desses, o BB atua em todos os demais programas tradicionais de apoio à agropecuária, a exemplo do Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural), Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), Pronaf Mais Alimentos, ABC (Programa Agricultura de Baixo Carbono), Inovagro (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária) e Moderfrota, entre outros.

 

Brasil

Em todo o país, o Banco do Brasil vai destinar R$ 103 bilhões de recursos para a safra 2017/18. Desse total, R$ 11,5 bilhões serão destinados para as empresas da cadeia do agronegócio e R$ 91,5 bilhões em crédito rural aos produtores e cooperativas. Do montante, R$ 72,1 bilhões serão direcionados para operações de custeio e comercialização e R$ 19,4 bilhões para créditos de investimento agropecuário.

G1

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.