Estudantes fazem prova no escuro em faculdade particular

0
Estudantes da Faculdade Maurício de Nassau foram surpreendidos com falta de energia enquanto faziam prova na noite da segunda-feira, 5, na sede da rua Antônio Pompeu, no Centro de Fortaleza. De acordo com relatos, uma falha no gerador de energia do prédio teria sido a causa do transtorno que interrompeu a semana de provas no campus que abriga os cursos de Psicologia, Serviço Social e Engenharia Civil. 
 
A indignação dos estudantes é reflexo do que chamam de “falta de respeito”. “Eu me senti muito prejudicada. Semana de prova a gente já fica tensa, estuda pra fazer prova. Sem falar que a gente tá pagando por um serviço que não está sendo entregue com qualidade”, reclamou Marília Severiano, do 5º semestre de Psicologia. Segunda Marília, alunos chegaram a iniciar a prova no escuro, utilizando os celulares como fonte de iluminação, até serem avisados sobre o cancelamento dos testes. 
 
Um estudante que pediu para não ser identificado afirma que a sede apresenta uma série de problemas estruturais. Ele diz que ao longo deste semestre houve mais de quatro apagões. O desta segunda-feira teria sido o segundo em menos de um mês. O estudante ainda afirma que há falta de acessibilidade no prédio, de estacionamento, e que apenas um bebedouro está disponível para todos os alunos do campus. 
 
Questionado sobre o suporte da faculdade, o jovem diz que diante das reclamações, prazos são apresentados, mas os problemas não são solucionados. 
 
Em nota, a Faculdade Maurício de Nassau informou que na noite dessa segunda-feira, 5, as provas foram suspensas devido a um problema no gerador elétrico. “A empresa de manutenção foi acionada e está fazendo os reparos necessários para reestabelecer a energia, que deve voltar a normalidade nas próximas horas. A Faculdade Maurício de Nassau ressalta que as provas suspensas serão reagendadas e que nenhum estudante sofrerá prejuízos acadêmicos”, diz o comunicado.
 
Precedentes 
 
Na última quinta-feira, 1º, um homem armado assaltou estudantes dentro da faculdade na sede do bairro José Bonifácio. Outro assalto foi registrado no último dia 10 de março, também dentro da instituição. Outro problema na sede ocorreu no último dia 2 de maio, quando o teto de uma sala de aula caiu sobre estudantes do curso de Farmácia.
O Povo
Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.