HOMEM SUSPEITO DE MATAR ITALIANA EM JERI, FOI SOLTO E DIZ:”FUI HUMILHADO.”

0

Ontem(13), homem preso por suspeita de envolvimento na morte da turista italiana Gaia Molinari, foi solto, e revoltado afirmou:”Fui humilhado. Nunca vi a Gaia e nunca me envolvi com nenhum problema com a policia, nem mesmo em briga nos tempos da escola. Passei por muito sofrimento e humilhação. Passei por situações desumanas, foram os piores dias da minha vida. Nunca achei que passaria por isso. Meu psicológico está abalado”, disse Douglas em entrevista à TV Verdes Mares.

Douglas (Foto:Reprodução/Facebook)

                   Douglas (Foto:Reprodução/Facebook)

Douglas Sousa de 23 anos, esteve preso por 44 dias, passando pelas carceragens da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e, por último, na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O sobralense relatou que, chegou a dividir a mesma cela com mais de 10 homens, presos por diversos crimes durante os dias que passou preso.

Douglas ainda disse:”Eu sofri pressão psicológica, passei por situações desumanas, que só Deus para me ajudar a passar. Me colocaram numa cela com mais de 10 pessoas, que já haviam cometido diversos crimes. Foi muita humilhação passar por tudo isso”.

Segundo Adriana do Vale, advogada de defesa de Douglas, que o jovem teria sido preso após a Polícia Civil ter acesso a um vídeo de segurança em que Douglas aparece ao lado de uma mulher. Após análise técnica de um perito, ficou comprovado que a mulher não era a Gaia, mas sim uma turista americana. E acrescentou que diante dos fatos, não existe a possibilidade de Douglas Sousa ser preso novamente, mas que vai continuar acompanhando o caso para comprovar totalmente a inocência do jovem.

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.