Inauguração de hospital de campanha expande para 218 o número de leitos no HRN

0

A macrorregião de Sobral é a segunda com mais casos confirmados da doença no Ceará.

Para reforçar a rede pública de saúde no Interior do Estado durante a pandemia de Covid-19, o Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, iniciou as atividades de um hospital de campanha nesta segunda-feira (8). São 42 novos leitos de enfermaria de média complexidade que ficarão no ambulatório da unidade. Na última semana, Quixeramobim também inaugurou um hospital de campanha

Agora, com a abertura do hospital de campanha, o HRN passa a contar com 218 leitos Covid-19, sendo 114 de enfermaria e 104 de UTI, segundo dados da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará.

O hospital é responsável por atender uma população estimada em 1,6 milhão de pessoas, de 55 municípios. “O hospital de campanha irá possibilitar ao HRN ofertar mais leitos de enfermaria para a rede de saúde na região Norte”, ressalta o diretor-geral do hospital, Daniel Hardy Melo. “A unidade irá acolher prioritariamente os pacientes em processo de melhora clínica para a alta”, explica.

Mônica Lima, titular da Superintendência de Saúde da Região Norte, pontua que o hospital de campanha reforça uma rede que dá suporte a municípios de menor porte. “Os casos moderados precisam ser referenciados para estarem em acompanhamento de enfermaria e os casos graves precisam ir para UTIs”, explica.

A gestora acrescenta que a rede está estruturada por planos de contingência, elaborados pelos municípios atendidos de acordo com o perfil de atendimento.

Rede de Saúde

O Ceará está estruturado em cinco macrorregiões de saúde (Fortaleza; Sobral; Sertão Central; Litoral Leste e Jaguaribe; e Cariri). Neste cenário, a macrorregião de Sobral só registra menos casos que a de Fortaleza.

Segundo a Plataforma IntegraSUS, da Sesa, atualizada às 17h52 desta segunda-feira (8), a macrorregião soma 11.231 infectados e 400 mortes causadas pela Covid-19. O município de Sobral registra o maior número – 3.099, seguido de Itarema (854), Acaraú (828) e Camocim (540). Um total de 8.241 pessoas já se recuperaram da doença na macrorregião de saúde.

Diante do aumento de casos, Mônica Lima reforça a importância do isolamento social. “Precisamos reduzir a velocidade de contaminação. Não é uma doença de responsabilidade exclusiva do sistema de saúde. O comportamento da população vai ditar o ritmo da doença” , avalia. Ao todo, a Área Descentralizada de Saúde na Região Norte conta com outros 215 leitos.

Macrorregião de Saúde

  • Fortaleza: 44.901 (3.481 óbitos) – 31.984 recuperados;
  • Sobral:  11.231 (400 óbitos) – 8.241 recuperados;
  • Sertão Central: 3.480 (122 óbitos) – 2.677 recuperados;
  • Litoral Leste e Jaguaribe: 2.825 (89 óbitos)- 2.226 recuperados;
  • Cariri: 2.042 (100 óbitos óbitos) – 1.232 recuperados.

 

DN

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.