PSD expulsa deputado estadual Gony Arruda por infidelidade partidária

0

A assessoria do Partido Social Democrático (PSD) distribuiu nota sobre a decisão do diretório nacional da agremiação, assinada pelo presidente da agremiação, Alfredo Cutait Neto, dando conta da expulsão dos quadros do partido, ontem, do deputado estadual cearense Gony Arruda, sob a alegação de infidelidade partidária, igual como havia procedido, anteriormente, com o deputado estadual Osmar Baquit.

Segundo a informação, Gony Arruda praticou a infidelidade ao deixar de seguir a orientação estadual do PSD de votar contra a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), recentemente na Assembleia Legislativa do Estado.

Oficialmente o deputado Gony Arruda ainda não foi comunicado da decisão, o que deverá acontecer no início da semana. Osmar Baquit, quando recebeu a notícia de sua expulsão recorreu à Justiça, e num primeiro momento teve ganho de causa, mas após um recurso do partido a decisão foi revogada sob o argumento de que a ação do deputado deveria ser impetrada no local da sede nacional do partido, em Brasília.

Osmar também foi expulso do PSD, por ser a favor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para extinguir o TCM. Ele, inclusive, foi o relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia.

 

Diário do Nordeste

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.