Justiça Eleitoral poderá cassar vereadores de Camocim, Granja e Martinópole

0
Em Camocim além das supostas candidatas laranjas, o Ministério Público constatou a existência de doação realizada por pessoa física que não teria condições para tanto, pois estaria inscrita em programa social do Governo Federal, devendo tal fato ser adequadamente investigado pela Policia Federal e Ministério Público Federal, pois se trata, em tese, de fato estranho ao candidato donatário e de competência da Justiça Federal (art. 109, inciso IV, da CF).
Já Granja e Martinópole vivem situação parecida, nós dois municípios as chapas de oposição e situação podem cair, em Granja se a justiça confirmar a fraude, a Câmara ficará apenas com vereadores de situação, já Martinópole ficariam apenas os aliados do ex-prefeito James Bel com mandatos.

 

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.