Procurador de Barroquinha acusa blogueiro Tadeu Nogueira de usar “coleira” e seu blog para atacar adversários políticos de seu “dono”

0

O procurador adjunto do município de Barroquinha, Rildo Veras, publicou na quarta-feira, 20, um vídeo em seu perfil no Facebook, falando sobre o blogueiro Tadeu Nogueira, de Camocim, afirmando declarações acerca de seu blog.

No vídeo, Rildo diz que o blogueiro fez um comentário infeliz durante uma entrevista em uma rádio de Camocim, onde afirmou que o prefeito de Barroquinha, Ademar Veras tem transparência de um vidro fumê 100%.

O procurador começa falando que antes de implantarem o PCCR dos professores, o município de Barroquinha foi o primeiro a estabelecer 1/3 da carga horária, onde o professor não precisa planejar durante o sábado para poder aproveitar o seu fim de semana. “Isso só foi possível, por que o Ademar é professor”, completa.

“O precatório de Barroquinha, que ao contrário de Camocim, onde já bateram o martelo que o professor não vai ter direito, lá em Barroquinha, o Ademar já fez uma reunião com a  APEOC, com os diretores, professores e conselho do Fundef e já deixou claro que o Precatório pertence aos professores de Barroquinha.

Quando a gente fala de transparência, você precisa olhar primeiro para os seus. Eu vejo diariamente na Câmara de Camocim, vereadores disputando requerimentos para secretários irem à Câmara dar explicações e a bancada do governo veta esses requerimentos, para impedir que os secretários vá até a Câmara. Lá em Barroquinha, os secretários são orientados à assistirem a sessão da Câmara. É muito comum os secretários estarem presentes na sessão para responderem as indagações que lhes são feitas.

O próprio prefeito vai à Câmara dar satisfação. Então se o presidente da APEOC fez esse comentário descabido, de dizer que não sabe quando vai ser pago a folha de pagamento dos professores, eu sinto muito, mas o presidente da APEOC participa das reuniões. Nós fomos à Câmara e o Ademar fez questão de ir pessoalmente dar satisfação da queda de recursos do Fundeb e, nós já estávamos nos preparando para essa crise financeira que agora pegou o município de Barroquinha.

Mas eu queria dizer para você, caro amigo que escreve o Camocim Online, de vez em quando tá na rádio, dando as ratas que parece que você é pontual em falar, afinal, falar o que de Camocim? Falar do precatório? Você não pode, você tem coleira, você tem o rabo preso. Você não pode falar que é errado não dar o precatório para o professor. Então você procura problema em outras cidades, por que você não tem o que falar de Camocim. 

Então meu amigo Tadeu Nogueira, cuidado, preste atenção antes de falar, procure a verdade dos fatos. Afinal, irresponsabilidade não ficou para você que tem na mão um blog e também participa de um programa de rádio. E aí, quando é jornalismo, a coisa precisa ser séria. Fica esse toque”, conclui.

Esse não é o primeiro caso nesse ultimo mês, onde o blogueiro Tadeu Nogueira e seu blog são envolvidos em polêmicas. O blogueiro e seu veículo de informação vem sendo acusados de ser utilizado como ferramenta de ataques e difamações à políticos contrários aos interesses do grupo político comandado pela família Aguiar.

Recentemente, o vereador Erasmo Gomes (PR) registrou uma denúncia de difamação e calúnia contra o blogueiro na Delegacia de Polícia Civil (DPC) de Camocim, lembra o caso (AQUI).

Confira abaixo o vídeo publicado no Perfil de Rildo Veras: 

5/5 (1)

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO