Vereador Erasmo Gomes denuncia situação crítica do ônibus universitário de Camocim

0
Os universitários de Camocim há um mês vêm sofrendo com as más condições do transporte municipal que faz a rota até Sobral. O percurso cansativo de 4 horas viagem, sendo duas para ir e duas para retornar à cidade, está sendo realizado com um simples ônibus escolar amarelinho que, além de não contar com cinto de segurança, apresenta poltronas altamente desgastadas e infiltrações, tornando a viagem não só desconfortável, mas um risco diário à vida.
A situação envolve os alunos da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) que  desde o retorno das aulas, 13 de fevereiro, vem cobrando da Secretaria Municipal de Educação (SME) a contratação de um transporte adequado tanto para a capacidade dos mais de 40 passageiros, quanto para a segurança da viagem até  à Instituição de Ensino Superior (IES).

Foto: Carlos Filho

Os estudantes procuraram o setor de transporte responsável e foram informados que as outras cidades utilizam o mesmo modelo de ônibus e que, por essa razão, tudo estava de acordo. Ainda segundo um funcionário, não se sabe quando o novo ônibus será entregue por questões contratuais e que “o importante é ter ônibus”.

Foto: Carlos Filho

Marina é aluna da UVA e sofre com problemas de coluna. Em depoimento, ela contou que vem sendo prejudicada com os assentos em péssimo estado, alguns até rasgados, e que por isso já perdeu aulas devido as dores decorrente da má postura.

Foto: Carlos Filho

Acadêmico de História pela UVA, Anandrey Cunha, 21, usou as redes sociais para expressar o descaso e criticar a postura nada amistosa da SME ao tratar do assunto. Em relato, ele informou que existem duas alunas gestantes e confirmou a ausência de cinto de segurança e as infiltrações, que ao chover, molham o interior do veículo.

Foto: Reprodução/Facebook

Questionada pelos estudantes, a Secretária de Educação, Elizabete Magalhães, informou que o contrato com o antigo ônibus da UVA venceu este ano e que após o carnaval outro contrato seria realizado, até lá, o ônibus amarelinho faria o transporte temporariamente.

Foto: Carlos Filho

Ainda segunda ela, um novo contrato já foi firmado e o caso já está sendo solucionado junto à empresa vencedora do certame, que até chegou a enviar o novo ônibus, mas que o mesmo estava fora dos padrões e por isso foi devolvido. Agora, a SME aguarda a apresentação de um novo, desta vez, adequado às normas de segurança. A secretária convocou uma reunião na quarta-feira, 15, junto com a classe estudantil atingida pela situação para dialogar sobre o caso.

Até o fechamento desta matéria, tentamos contato com a secretária para prestar maiores esclarecimentos sobre o caso. Não obtivemos retorno.

 

Carlos Filho

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.