Contratação de servidores temporários é aprovada em Camocim

0

O Projeto de Lei Nº 04/2017 que visa a contratação de servidores públicos temporários foi aprovado nesta sexta-feira, 10, por 10 votos a 5 durante a 5ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Camocim.

Erasmo Gomes (PR) utilizou a tribuna para dizer que a Lei dos contratados é utilizada em favor da prefeitura e não em benefício da população. Para o parlamentar, a situação gera um jogo partidário vicioso onde a empregabilidade vira uma moeda de troca para a atual gestão.

A sessão teve início com a leitura de 10 dos 44 requerimentos do vereador, entre eles, a Lei da Licença Menstruação que ganhou forte repercussão na cidade. A primeira secretária, Lúcia Melo Freitas (PDT), usou tom de chacota ao ler o texto da matéria, enquanto apresentava a medida, a primeira secretária ria, incitando a população presente a fazer o mesmo. A reforma da Avenida Beira Mar e criação de uma faixa de ciclovia com início na Praça do Amor chegando até o Mirante da Praia das Barreiras para melhorar a circulação e segurança dos ciclistas, também foram apresentadas pelo vereador do Partido da República

Outro projeto apresentado por Erasmo (PR) foi o de revitalização da iluminação no entorno da praça da Igreja Nossa Senhora de Lourdes e da criação de um museu como forma de resgate da memória da cidade e valorização da cultura dos filhos e artistas da terra.

Em sua fala, Juliano Cruz (PSD) solicitou a renovação do contrato com a Rádio Meio Norte FM para transmissão das sessões via sistema de rádio. Marcos Coelho (PSDB) pediu esclarecimento a respeito da constante menção dos nomes de Mônica Aguiar e de seu marido, o deputado Sérgio Aguiar, pelas bandas contratadas para a festa de carnaval 2017 do município. Segundo ele, o ato teria efeito de autopromoção.

O vereador Oliveira da Pesqueira (PCdoB) apresentou requerimento onde pede a instalação de atracadores de inox na Praia do Fortim como forma de melhorar as atividades pesqueiras do local. Para ele, o entrelaçado das cordas das canoas, além de poluir visualmente o espaço, dificulta a circulação de banhistas e pescadores.

Juliano (PSD) se irritou com a duração de três horas decorridas da sessão e pediu adiantamento ao presidente da casa, Kléber Trévia (PDT), que retrucou com “cada um no seu cada qual” e respondeu que o andamento da sessão não deveria ser interrompido e que a leitura dos requerimentos é de inteira responsabilidade dos líderes de bancada, não cabendo a ele acelerar ou podar a apresentação de nenhuma matéria.

Ricardo Vasconcelos (PSD) entrou na discussão argumentando que uma hora ou outra os requerimentos teriam que ser votados, então poderiam entrar à noite se fosse necessário. Juliano (PSD) se exaltou com o colega de bancada e afirmou que horas antes ele também havia se queixado do tempo transcorrido.

Próximo do término da plenária, que durou cerca 5 horas, Erasmo (PR) tratou da criação de uma casa de acolhimento para os 11 moradores de rua da cidade. Em justificativa, ele disse que o município deve se responsabilizar por amparar pessoas em situação de vulnerabilidade social e permitir dignidade aos indivíduos em questão.

O projeto foi duramente questionado pela vereadora Iracilda (PDT) que contrapôs os números sobre a quantidade de moradores de rua. Segundo ela, todos eles têm famílias e não cabe ao município intervir em suas condições, ela solicitou ainda que um estudo fosse aplicado para sustentar o pedido de um espaço dedicado a eles. Marcos Coelho propôs que a Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social analisasse as condições dos moradores em questão, promovendo pesquisa estatística e cruzamento de dados para garantir a viabilidade do projeto.

A plenária se estendeu até às 22h e contou ainda com a presença do vereador de Barroquinha, Benedito Airton (PDT), que parabenizou a atuação da casa e convidou os parlamentares camocinenses a também participarem das sessões da Câmara de seu município, que acontecem sempre às segundas-feiras a partir das 9h.

 

Assista a transmissão da sessão na íntegra:

Carlos Filho é estudante de jornalismo pelo Instituto Superior de Teologia Aplicada (INTA).

 

4.5/5 (2)

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.