Eleição para presidente da câmara de Camocim pode provocar racha entre vereadores de situação

0

Uma outra eleição promete criar polêmicas em 2018, não estamos falando da acirrada eleição para deputados estadual, que será polarizada em Camocim entre os candidatos Romeu Aldigueri (PDT) e Sergio Aguiar (PDT) e sim, da disputa para presidente da Câmara Municipal de Camocim. 

Camocim é uma das poucas cidades em que o mandamento para o presidente é de dois anos, pois na maioria das cidades  vizinhas, o mandato é de apenas um ano, inclusive muitos parlamentares até mesmo da base governista gostariam que o mandato do presidente fosse de apenas um ano, pois daria mais democracia na condução do parlamento e descentralizaria o poder das mãos de um único vereador.

Atualmente a eleição para a escolha do vereador que preside a Casa Legislativa é feita a cada dois anos.  Na disputa deste ano, dois nomes são cogitados nos bastidores da Câmara Municipal, são eles: o vereador Cesar Veras, braço direito do deputado Sergio Aguiar e Evadinilson Oliveira – Oliveira da Pesqueira (PCdoB).

Cesar é cotado como um dos prováveis nomes à sucessão da prefeita de Camocim, Monica  Aguiar (PDT), apesar de encontrar muita resistência dentro do próprio grupo ao seu nome. O vereador está em seu primeiro ano, do terceiro mandato. Um outro nome cotado e que tem a preferência da maioria do grupo é o de Kleber Veras, atual presidente da Câmara. Confira (AQUI).

Já Oliveira, terminando o primeiro ano de seu segundo mandato, tem se mostrado um grande articulador, conseguindo agradar todos os vereadores através de um discurso apaziguador. Oliveira conseguiu organizar o Partido PCdoB que fez dois vereadores, além de puxar o vereador Zezinho (DEM), pelo coeficiente eleitoral.

Cesar Veras tem tentado persuadir o vereador Oliveira para que o mesmo desista de sua candidatura, tendo em vista que Oliveira já teria diversos apoiadores dentro da bancada de situação e pode contar ainda com o reforço da bancada de oposição, caso a bancada não lance um nome.

Uma coisa é certa, se Oliveira lançar seu nome, deve desagradar e muito, o presidente da União dos Vereadores do Ceará (UVC) e seu chefe político e esposo da prefeita de Camocim.

Redação Portal de Camocim 

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.