Bolsonaro afirma que espera de Camilo solução de problema com a PM

0

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante transmissão ao vivo em rede social, que espera a solução do Governo do Ceará para o motim dos policiais, no momento em que transcorre uma nova rodada de negociações entre representantes da categoria e da gestão estadual sobre a pauta de reivindicações. Nesta sexta-feira (28), vai terminar o prazo das operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). No Palácio da Abolição, a reportagem apurou que a expectativa governista é de prorrogação do prazo.

“A gente espera que o Governo resolva o problema da Polícia Militar do Ceará e bote um ponto final nessa questão”, disse o presidente, ao pedir que o governador Camilo Santana (PT) negocie com a PM do Estado, o que já está ocorrendo.

Sobre a prorrogação para além do prazo de oito dias vigentes, que expira nesta sexta-feira, Bolsonaro comentou. “Precisamos ter uma retaguarda jurídica”.

Ainda segundo Bolsonaro, “GLO não é para ficar eternamente atendendo um ou mais governadores. GLO é uma questão emergencial”. O presidente também pediu apoio aos governadores “para que o Parlamento vote o excludente de ilicitude”.

Durante a tarde desta quinta-feira, a reportagem do Diário do Nordeste questionou o Ministério da Defesa, a Secretaria Geral da Presidência, o Ministério da Justiça e Segurança e a Casa Civil sobre a prorrogação do prazo da GLO do Ceará. “Ainda não há confirmação da prorrogação da GLO no Ceará”, respondeu a assessoria de Comunicação da Secretaria-Geral da Presidência da República, em e-mail enviado à reportagem às 17h.

No último dia 20, Bolsonaro havia autorizado o emprego das Forças Armadas para a GLO no Ceará, após pedido encaminhado ao presidente

 

 

 

Diário do Nordeste 

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.