Coronavírus: Camilo decide hoje o que pode abrir na indústria e no comércio

0

Sob pressão de setores da indústria, do comércio e do serviço, o governador Camilo Santana – que sábado, 28, por decreto, estendeu até o próximo domingo, 5 de abril, por causa da pandemia do coronavírus, o isolamento social, com algumas exceções, como a usina da CSP, as fábricas de alimentos e de produtos farmacêuticos e de higiene e limpeza, além de farmácias, padarias e supermercados – toma hoje mais uma decisão importante.

Nesta segunda-feira, ele e seu Comitê de Crise examinam que outras áreas da economia cearense poderão retomar suas atividades.

Ao prolongar a quarentena, o governador agiu subordinado à orientação técnica e científica das autoridades sanitárias da OMS, do Ministério da Saúde e de sua Secretaria da Saúde, que serão de novo respeitadas na deliberação desta data.

Perguntas: as lojas de shopping centers e as de ruas, os bares e os restaurantes – empregadores intensivos de mão de obra – serão reabertos?

Em caso positivo, sob que condições funcionarão?

E os ônibus intermunicipais, o metrô e o VLT voltarão a circular?

Em caso afirmativo, com que restrições?

Já se sabe que as escolas e as universidades – privadas e públicas – permanecerão fechadas, como orienta o ministério da Saúde e aconselha a ciência.

O governador Camilo Santana tem um compromisso firme com a segurança sanitária da população, mas também observa as graves consequências da pandemia do coronavírus na economia estadual.

Ele sabe que, só na área de bares e restaurantes, mais de cinco mil pessoas foram desempregadas na semana passada.

Sem gente para transportar – a população permanece em casa, fiel ao isolamento – os motoristas do transporte por aplicativo já devolveram seus veículos – o pátio da Localiza está cheio de carros devolvidos.

Donos de salões de beleza, de lojas e de boxes de shopping populares, onde autônomos tiram o dinheiro que sustenta suas famílias, além de milhares de micro comerciantes que enchem as feiras livres, aguardam, com muita fé em Deus e no espírito de justiça do governador, sua decisão de hoje.

É mais um dia difícil para Camilo Santana nestes tempos de pandemia.

 

DN

 

4/5 (1)

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.