Lotéricas no Ceará são alvos da PF por clonagem de cartões de beneficiados do auxílio emergencial

0

São cumpridos três mandados de busca e apreensão em Morrinhos, Russas e Quixeré; associação criminosa tinha atuação no Ceará e em São Paulo.

Uma operação da Polícia Federal contra fraudes nos saques do Auxílio Emergencial cumpre mandados de busca e busca e apreensão em Morrinhos, Russas e Quixeré, municípios do interior do Ceará, nesta quarta-feira (10). Nestas cidades, casas lotéricas clonavam dados de beneficiados com o valor de R$ 600.

Em uma outra operação, também realizada nesta quarta, a Polícia Civil cumpriu seis mandados de prisão contra foragidos da Justiça que receberam o benefício. 

A operação da PF, nomeada de ‘Covideiros’, é realizada com o apoio da Caixa Econômica Federal e investiga uma associação criminosa com atuação no Ceará e em São Paulo, que realizou saques indevidos do benefício de R$ 600,00, utilizando dados de reais beneficiários. O Auxílio Emergencial é um benefício do Governo Federal a trabalhadores informais, autonômos e desempregados durante o período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Foram expedidos oito mandados de busca e apreensão, um em Morrinho, um em Quixeré, um em Russas e os outros em São Paulo. Também foram expedidos dois mandados de prisão temporária, todos em São Paulo.

Os investigados devem responder por furto qualificado e associação criminosa, com pena de até 11 anos de prisão. Nenhum suspeito foi identificado. 

Conforme a PF, a associação criminosa clonava dados de cidadãos beneficiários do Auxílio Emergencial nas casas lotéricas das cidades cearenses. Em São Paulo, eram emitidos cartões com os dados clonados e as senhas eram então recadastradas em casas lotéricas da zona leste paulista. Os suspeitos, de posse de vários cartões clonados, depois iam até o autoatendimento das agências e realizavam os saques do benefício.

Para o recadastramento das senhas, funcionários das lotéricas participam da associação criminosa. Depois de coptados pela organização, os funcionários recebiam instruções remotamente e ganhavam parte do lucro gerado com as fraudes. 

A operação contou com mais de 40 policiais federais, além de 40 policias militares e 14 empregados da Caixa. Os mandados foram expedidos pela 4° Vara criminal da Jutiça Federal de São Paulo.

Benefício Federal

O Auxílio Emergencial de R$ 600,00 é um benefício do Governo Federal a trabalhadores informais, autonômos e desempregados durante o período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

O pagamento do auxílio foi inicialmente previsto para os meses de abril, maio e junho. Nesta segunda-feira (8), o ministro da Ecnomia Paulo Guedes afirmou que o Governo deve estender o auxílio por mais dois meses, mas com um valor de R$ 300,00

O investimento no programa alcançou R$ 152,6 bilhões e a assistência já foi liberada para quase 60 milhões de brasileiros

No Ceará, o início do pagamento do auxílio gerou filas e aglomerações nas agências bancárias

A Polícia Federal, em maio, abriu investigação para apurar um esquema de facilitação do saque do auxílio em Aurora, no Cariri. Um vereador e um pré-candidato a prefeitura do município são suspeitos de envolvimento.

 

 

DN

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.