Inclusão: professora dá aulas na calçada para alunos com deficiência, em Itapipoca, durante pandemia

0

Como forma de manter o acompanhamento dos estudantes com deficiências, a professora Noadias Novaes criou o projeto Atendimento Educacional Especializado (AEE) na Quarentena para ministrar aulas na frente da casa de famílias, em Itapipoca. A iniciativa é bem recebida pelos pais da comunidade Betânia do Cruxati, e região, onde o acesso a internet é limitado.

Pelo menos duas vezes na semana a professora promove atividades de grafomotricidade, relacionada às habilidades gráficas e de escrita, e dinâmicas lúdicas. “Eu montei o projeto e eu sou orientada por um amigo microbiologista que me ensina como fazer a esterilização das apostilas, como manter a distância, para que não aconteça nenhuma contaminação”, pontua. Nas comunidas, agentes de saúde também contribuem para as ações educativas.

Noadias prepara apostilas e materiais para os estudantes com doações de tintas, lápis de cor e outros materiais que recebe de parceiros do projeto. Os kits são distribuídos e, em “toda entrega, a gente tira um momento, mesmo que de longe, para matar a saudade”, conta. O município registra 2.340 casos confirmados da doença e 102 óbitos pelo novo coronavírus até este sábado (8), de acordo com o IntegraSUS.

Diário do Nordeste

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.