Juiz aceita processo judicial de agressão ‘assinado’ por cachorro no Ceará

0

O magistrado da 2º Vara da Comarca de Granja estabeleceu distância mínima de 200 metros e multa para o agressor do cão Bethoven. Porém, solicitou que o autor da ação passasse a ser o tutor do animal.

A ação judicial “assinada” por Bethoven, cão que foi agredido com um tiro no olho, foi aceita pelo juiz Guido de Freitas Bezerra, da 2ª Vara da Comarca de Granja, no interior do Ceará. Na decisão, o magistrado estabelece distância mínima de 200 metros entre agressor e vítima, com multa que pode chegar a R$ 50 mil. A resolução é inédita no Brasil. O juiz solicita ainda que a autoria da ação seja transferida para o tutor de Bethoven.

G1

Não existem avaliações

Deixe sua avaliação

DEIXE SEU COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.